sábado, 13 de agosto de 2011

AS CONSEQUENCIAS ESPIRITUAIS DO ABORTO PARA O PAI

Em postagem anterior abordamos as conseqüências espirituais do aborto para a mulher (click aqui e leia). De forma igual, abordaremos agora as conseqüências para o lado paterno, que, muitas vezes, é o mentor intelectual do crime, pois, por diversos motivos, embora injustificáveis, o homem a quem a mulher muitas vezes se subordina, obriga a sua companheira a abortar. Veremos aqui, que as conseqüências se dão na mesma existência ou em existência futura.

Obedecendo as leis naturais de causa e efeito, o homem, obterá ainda na mesma existência efeitos da colheita espinhosa da semeadura irresponsável. Seu chacra coronário ou cerebral, indutores do ato delituoso, entrarão em desarmonia gerando ondas negativas  atraindo por sintonia magnética ondas de similar amplitude e freqüência, abrindo caminho à obsessão espiritual, trazendo conseqüências desagradáveis e muitas vezes por ele não entendidas.

Do ponto de vista espiritual, chacra genésico receberá o influxo patológico de suas atitudes, tomando-se distônico e, na encarnação seguinte programará automaticamente através dos “computadores” perispirituais a fragilidade do aparelho reprodutor, causando-lhe moléstias testiculares e distúrbios hormonais como reflexos do seu pretérito.

Ressaltamos que não se pode generalizar raciocínios e nem padronizar efeitos, pois cada espírito tem suas de responsabilidades e, a cada momento, atos de amor e de crescimento espiritual diluem o carma construído no passado.


Nessa mesma linha, em postagem futura, abordaremos as consequências espirituais para o espírito abortado.