quarta-feira, 27 de março de 2013

O ESPIRITISMO E A SEMANA SANTA


A Semana Santa, o Sábado de Aleluia, a Sexta-Feira da Paixão, o Domingo de Páscoa, são eventos e feriados relacionados ao catolicismo. Portanto, para a Doutrina Espírita, esses eventos não existem (embora nossas crianças não consigam ficar sem o chocolate, pela forte influência da mídia cada vez mais consumista no aproveitamento da data).

Vale ressaltar que existe uma influência católica muito intensa sobre a população (afinal o Brasil é um país eminentemente católico), com hábitos enraizados, a ponto de termos somente feriados católicos no Brasil, frutos de uma época de dominação católica sobre o país, realidade bem diferente da que se vive hoje. E os espíritas, afinados com outra proposta, a do Cristo Vivo, não têm porque apegar-se ou preocupar-se com tais questões.

Devemos respeitar nossos irmãos católicos. A Doutrina Espírita é livre e deve ser praticada livremente, sem qualquer tipo de vinculação com outras práticas, o que não significa dizer que estamos desrespeitando o sacrifício do Mestre em prol da Humanidade. Preferimos sim, ficar com seus exemplos, inclusive o da imortalidade, do que ficar a reviver a tragédia a que foi levado pela precipitação humana. 

Situação idêntica ocorre na chamada época da quaresma quando nossos irmãos católicos, se privam de comer carnes de origem animal. Essa também é uma prática católica que nada tem a ver com o espiritismo. São práticas de outras religiões, que respeitamos muito, mas não adotamos, sendo absolutamente incoerente com o espírita e prática dos Centros Espíritas, qualquer influência que modifique sua programação ou proposta de vida. 

Nada a opor ou qualquer atitude de crítica a práticas que julgamos extremamente importantes no entendimento católico e para as quais direcionamos nosso maior respeito e apreço.

Os espíritas veem com muito respeito a dedicação e a profunda fé católica que se mostram com toda sua força durante os feriados da chamada Semana Santa e é claro, nas demais atividades brasileiras que o Catolicismo desenvolve. 

Portanto, para os espíritas a Sexta-feira Santa é um dia normal, como todas as outras, embora reconhecendo a importância dela para os católicos. Para os espíritas não há procedimento algum para os dias desses feriados, pois Senhor não está Morto, nem nunca morreu, pois que Jesus vive e trabalha em prol da Humanidade. 

----------------------------------------------------------------------------------------