quinta-feira, 14 de julho de 2011

Curiosidades Bíblicas - Entendendo o que seja Apocalipse.

Para entender os apocalipses, devemos  apreender a sua técnica e retraduzir em idéias os simbólos que ele propõe, sob pena de falsificar o sentido de sua mensagem.

Os apocalipses, - é isso mesmo, não existiu só um, tiveram grande êxito em certos ambientes judaicos nos dois séculos que preceram a vinda de Cristo.

Preparado já pelas visões de profetas como Ezequiel ou Zacarias, o gênero apocalíptico desenvolveu-se no livro de Daniel e em numerosas obras apócrifas escritas em torno da era cristã.

O Novo Testamento guardou em seu cânon apenas um apocalipse, cujo autor menciona seu próprio nome: João (1,9), que o escreveu exilado na ilha de Patmos, por causa de sua fé em Cristo.Uma tradição, representada já po são Justino e amplamente difundida no fim do século II, identifica-o com o apóstolo João, autor do quarto evangelho, muito embora, até o século V, as Igrejas da Síria, Capadócia e mesmo da Palestina não parecem ter incluído o Apocalipse no cânon das Escrituras, pois não o consideravam obra de um apóstolo. Alguns estudioso, por causa do seu estilo e certos pontos de vista teológicos, acreditam que realmente seja obra do apóstolo. Se não o foi, foi escrito por alguém do círculo de discípulos imediatos do apóstolo, pois está impregnado de seus ensinamentos. Não se pode duvidar de sua canonicidade.

Acredita-se que o Apocalipse bíblico, tenha sido composto durante o reinado de Domiciano, pelo ano 95 ou pelo de Nero nos anos 70. Independente disso, para compreender o Apocalipse, é indispensável recolocá-lo noambiente histórico que lhe deu origem: um periódo de perturbações e de violentas perseguições contra a Igreja nascente. E, nesse quesito, alcançou notável êxito, a exemplo dos apocalipse que o pcederam (especialmente o de Daniel) e nos quais manifestamente se inspira, é ele um escrito de circunstância, destinado a reerguer e a robustecer o ânimo dos cristãos, escandalizados, sem dúvida, pelo fato de que uma perseguição tão violenta se tenha desencadeado contra a Igreja daquele que afirmara: " Não temais, eu venci o mundo" (Jo, 16,33)

Assim, os apocalipses nada mais eram que peças literárias com enorme apelo religioso, incutindo coragem, ânimo para que os fiéis pudessem suportar as perseguições de que eram vítimas, nas primeiras eras da história da Igreja.

Em postagem oportuna voltaremos ao assunto, aprofundando o tema.
---------------------------
Fonte: A Bíblia de Jerusalém
          http://pt.wikipedia.org/wiki/Zacarias_%28profeta%29
          http://pt.wikipedia.org/wiki/Nero
          http://pt.wikipedia.org/wiki/Ezequiel
          http://pt.shvoong.com/humanities/history/1694890-imperador-domiciano/