terça-feira, 21 de junho de 2011

Diabo, satanás, lúcifer, serpente e dragão não são demônios - Nem espíritos são, mas apenas símbolos do mau

Recentemente li um artigo atribuído a José Reis Chavez, que me causou certa inquietação. Concordando com algumas opiniões do articulador e discordando de outras, resolvi fazer essa postagem, com base na do articulista citado.

O Cristianismo, é hoje, uma religião fragmentada com centenas de igrejas, que professam doutrinas polêmicas. A primeira grande divisão ocorreu em 1054, quando o Patriarca de Constantinopla, Miguel Cerulário fundou a Igreja Católica Ortodoxa Oriental, até hoje existente.

Não bastasse isso, em fins do século XVI, foi a vez da Reforma Protestante de Martinho Lutero, que rachou de vez o Cristianismo, mas contribuiu decisivamente para o enfraquecimento da Santa Inquisição, que de santa nada tinha. Decorrente do surgimento do protestantismo, realizou-se o Concílio Ecumênico de Trento (1545 a 1563), cujo objetivo era  corrigir erros cometido até então pela Igreja.

Na segunda metade do século XIX, surge Allan Kardec, com os ensinamentos do Espiritismo, diferenciados por fornecer uma nova orientação sobre os textos bíblicos, -sem os erros e abusos das interpretações literais e metafóricas, enfatizados por diversas doutrinas sectárias cristãs- e tendo os ensinamentos de Jesus como fundamentos principais da Doutrina Espírita, pelo que é considerada uma Doutrina Reformadora do Cristianismo.

Atualmente a Igreja Católica Apostólica Romana continua dividida tendo em seu seio diversas correntes ideológicas. No Brasil destacam-se os fundamentalistas adeptos da TFP e de outro os carismáticos. Essas duas correntes procuram se sobrepor uma a outra, buscando fazer prevalecer suas idéias nos ritos da Igreja, gerando conflitos entre padres e até bispos. 

Mais abertos a novas idéias, os carismáticos estão descobrindo a mediunidade, pois é inevitável que haja entre eles muitos médiuns. Esse fato está levando muitos carismáticos a se aprofundarem nos ensinamentos da Doutrina Espírita como forma de entenderem melhor os fenômenos mediúnicos. Deve-se ressaltar que o dom da mediunidade não escolhe religiões. 

Concordo plenamente com o ensaísta José Reis Chavez, quando diz que "Diabo, satanás, dragão etc não são espíritos, mas símbolos...". Concordo, também, quando nos exorta a que "Não sigamos os erros dos teólogos do passado". Ele, recomenda aos "estudiosos da Bíblia o exame dos seus textos livres dos dogmas, dos originais gregos do Novo Testamento e a Vulgata Latina, para se certificarem dessas verdades e as poderem difundir, colaborando, assim, para com a correção de um dos grandes erros do cristianismo, que, inclusive, incrementa o crescimento do materialismo.". Aqui cabe uma discordância, pois sabe-se que a Vulgata Latina, de autoria de São Jerônimo, foi totalmente manipulada pelo autor - segundo confissão dele mesmo-, a pedido do Papa Dâmaso I.

O ensaísta envereda, também, pelas explicações acerca dos fenômenos obssessivos quando diz, que "A maioria dos autores de livros a respeito do Apocalipse afirma que, quando João o escreveu (em 95), o povo acreditava que Nero havia voltado à vida em Domiciano." "Mas não se trata da reencarnação do espírito de Nero em Domiciano, pois esses dois imperadores romanos eram contemporâneos. O que aconteceu é que o espírito de Nero obsediava Domiciano (o encosto popular). Nero, a primeira besta, morreu, mas voltou à vida em Domiciano (Apocalipse 13: 3 e 14).". Mais adiante complementa "E atentemos para o fato de que é do próprio são João esse princípio espírita de obsessão ou possessão de Domiciano pelo espírito humano (demônio) de Nero, e não pelo diabo, satanás, lúcifer, a serpente ou o dragão, que, como vimos, nem espíritos eles são, mas apenas símbolos do mau! Realmente, pois, Deus em sua infinita bondade, jamais criaria seres voltados para o mau, sendo o diabo, satanás, lúcifer e que outros nomes tenha, uma criação humana.

Se você desejar conhecer o texto de José Reis Chavez, clique aqui e tenha uma boa leitura.
-----------------------------------------------------------------------------------------------