quarta-feira, 25 de maio de 2011

O que é a prece, segundo o Espiritismo ? Quando realizamos uma oração direcionada aos bons Espíritos ou a Jesus, somos ouvidos por Eles?

Existe quem conteste a eficácia da prece, baseando-se no princípio de que, conhecendo Deus as nossas necessidades, seria supérfluo expô-las a Ele e que, como tudo se encadeia no Universo por leis eternas, as nossas súplicas não podem mudar os decretos de Deus.

Está claro que as leis naturais são imutáveis e que Deus jamais as derrogaria para atender aos caprichos de cada um que a Ele direcione suas preces. Mas também não podemos acreditar que todas as circunstâncias da vida estão submetidas à fatalidade. Se fosse assim, o homem não passaria de um instrumento passivo, sem livre-arbítrio e sem iniciativa. Assim, só lhe restaria curvar a cabeça sob o golpe de todos os acontecimentos, sem procurar evitá-los. Não nos alongaremos mais, não é o objetivo.

A prece é a forma mais poderosa que temos para nos comunicar com os Espíritos superiores. É uma evocação das forças espirituais. É um ato de comunhão dos nossos pensamentos com os Espíritos superiores e atitude de submissão a Deus.

É através da prece que entramos em sintonia com o plano espiritual, e somos assistidos por Espíritos bons. A prece feita com sinceridade de sentimentos atrai o concurso dos amigos espirituais ou do anjo da guarda que nos assistem, dando-nos sustentação em nossas dificuldades.

A prece feita com sinceridade e fervor é sempre ouvida pelos Espíritos superiores encarregados de fazer cumprir a vontade de Deus. São esses Espíritos que nos assistem, dependendo do nosso merecimento, não importando muito a quem estamos endereçando o pedido.
-----------------------------------------------------------------
Fonte: http://www.espirito.org.br/portal/perguntas/prg-011.html, com adaptações
          O Evangelho Segundo o Espiritismo, capítulo XXVII, itens 5 e 6.